chatbots, pequenas empresas, empresária, negócios

Entenda a relevância dos chatbots para pequenas empresas

Os chatbots surgiram para facilitar o relacionamento entre empresa/marca e cliente. Mas se engana quem pensa que esse avanço tecnológico foi criado apenas para grandes empresas. Pelo contrário, ele pode ser usado por qualquer uma, de todos os portes. Inclusive, ele é muito relevante para as pequenas empresas. Entenda o que é esse avanço tecnológico e como ele pode auxiliar no aumento das vendas e no relacionamento com os consumidores.

O que é um chatbot?

Também chamado de bot, abreviação de robot, é um programa tecnológico que foi criado para realizar tarefas e ações humanas no que se diz respeito à comunicação. No entanto, tais ações são repetidas e padronizadas. Por isso, esse programa é chamado de robô.

Inovador, o programa surgiu para trabalhar como um “assistente” virtual específico. Ele atende a consumidores que possuem dúvidas sobre determinados produtos, sendo, portanto, a comunicação direta e específica. Além disso, o consumidor nem irá notar que está conversando com um robô, uma vez que o programa pode ser personalizado de acordo com o perfil de cada empresa e cada público. E o melhor de tudo é que o consumidor pode realizar outras funções enquanto “conversa” com o bot: fazer compras, ler notícias, navegar na internet, entre outras coisas.

Como um chatbot pode ajudar uma pequena empresa?

Felizmente, os chatbots estão ajudando a diversas microempresas a crescerem e a venderem mais, especialmente porque podem ser personalizados de acordo com a “cara” de cada marca e corporação. Sem falar que os robôs podem aprender novas funções com o passar do tempo. A grande dúvida é: os chatbots são acessíveis para as microempresas? Com certeza. Já existem diversos os modelos com preços acessíveis no mercado. Basta adquiri-los e aprender como operá-los, o que não é nada difícil, uma vez que não precisa ter conhecimento técnico para implantá-lo e operá-lo. É prático tanto para quem vende quanto para quem compra.

Esses “assistentes” virtuais não só podem ser personalizados de acordo com a identidade da empresa e do perfil dos clientes, como também podem aprender novas funções com o tempo, deixando o atendimento ainda mais personalizado. Deu para ver que eles vieram para ficar. No quesito “simulação de um ser humano em conversação” o chatbot não tem para ninguém. Além de excelente atendente, também é um ótimo vendedor.

Vantagens dos chatbots

Está na hora de conhecer mais algumas vantagens do programa que já ganhou bastante espaço no mercado:

  • redução de custos: nada melhor do que uma redução de custos, principalmente para uma pequena empresa, não é? Veja que isto também está ligado ao atendimento. Mas não ache que os atendentes perderão os seus empregos. Pelo contrário, poderão realizar outras tarefas mais importantes, enquanto as repetidas e ditas “chatas” ficam a cargo do chatbot. E mesmo assim, o serviço continua personalizado 24 horas por dia e 7 dias por semana. Só um robô mesmo para ficar disponível dessa maneira, não é? Um funcionário nunca poderia trabalhar todo esse tempo. No caso do robô, ele nem ganha hora extra!
  • personalização: o robô cria uma ligação direta com o cliente, podendo fidelizá-lo e ainda aumentar o seu grau de satisfação em relação à marca. Tudo isso graças à qualidade do atendimento e também à personalização. Por exemplo, uma empresa mais descontraída pode utilizar uma linguagem mais informal. Ótima maneira para agradar ao público e deixá-lo mais à vontade;
  • aumento das vendas: além de se relacionarem com os clientes, os chatbots também podem vender. Para isso, eles são rápidos e imediatos. Logo, os consumidores não precisam ficar horas esperando para tirarem as suas dúvidas em relação ao produto que pretendem comprar. Essas respostas rápidas, inteligentes e personalizadas são essenciais para efetivar e também aumentar as vendas;
  • direcionamento da linguagem: o chatbot pode utilizar uma linguagem direcionada para dispositivos móveis. Isso é excelente para pequenos empresários, pois eles podem trabalhar as suas estratégias de conversação com os clientes por meio desses dispositivos, criando sugestões automáticas de respostas e também de interação. Um lugar ótimo para fazer isso são as redes sociais. Inclusive, o Messenger do Facebook já faz isso. Ele permite que as Fan Pages criem respostas personalizadas para consumidores que entram em contato com a página. Dessa forma, a empresa não deixa o cliente esperando. É iniciada uma conversa e depois os empresários podem responder às dúvidas dos clientes.

Deu para entender melhor a relevância dos chatbots para as pequenas empresas? Com certeza, eles são fundamentais para otimizar o atendimento e turbinar as vendas. Gostou dessa matéria? Então, deixe a sua opinião sobre o assunto no espaço abaixo. Além disso, aproveite que está em nosso blog e assine a nossa newsletter para receber as nossas novidades.

Felipe Volpato

Felipe Volpato

Fundador, CEO da Globalbot.